Estética Avançada

Fabiana Roberto - fabiana@ojornalnit.com.br

Reduza os pneuzinhos com Criolipólise

Reduza os pneuzinhos com Criolipólise O nosso corpo precisa de calorias para manter seu funcionamento, pois é a partir delas que temos a liberação de energia para o dia a dia. Porém o excesso leva a um acúmulo de gordura em determinadas regiões do corpo causando uma desarmonia estética.

Além de armazenar energia, o tecido adiposo também serve como isolante térmico e proteje contra impactos, porém seu excesso na região abdominal está diretamente ligado a problemas como doenças cardiovasculares, diabetes, colesterol alto e trombose, entre outros. Então, a preocupação com os pneuzinhos vai além da beleza! Alguns locais são mais propensos ao acúmulo maior de adipócitos (células de gordura), como a região abdominal, região glútea e coxa. Os hormônios femininos tendem a favorecer o acúmulo desses adipócitos quando comparados aos masculinos.

Fatores como a grande alteração hormonal na puberdade, durante a gravidez, amamentação e menopausa também podem causar uma alteração no volume dessas células. Existem vários tratamentos para a gordura localizada, porém a Criolipólise vem se destacando por seus resultados efetivos. Essa terapia foi desenvolvida por pesquisadores da Universidade de Harvard (EUA), utiliza baixas temperaturas para acabar com a gordura localizada.

Estudos constataram por biópsia que após o resfriamento controlado da superfície da pele ocorre uma apoptose dos adipócitos, ou seja, uma morte celular programada (semelhante à eliminação de células velhas). Após 2 a 3 dias do tratamento se inicia um processo inflamatório onde leucócitos irão circundar os adipócitos. Em 14 dias surgem os macrófagos (células do sistema imune que digerem agentes agressores, nesse caso, o adipócito), causam uma diminuição no tamanho das células adiposas, após 28 dias essa redução se intensifica.

Com 60 dias a inflamação diminui e a partir de 120 dias chega-se ao resultado total do tratamento. Durante a aplicação, a criolipólise age somente nas células de gordura da região selecionada, uma manta umedecida com glicerina e substâncias hidratantes é colocada na superfície da pele para protegê-la contra queimaduras. A máquina promove então uma sucção a vácuo onde a camada de gordura será congelada por 45 a 60 minutos a uma temperatura que pode variar entre - 5ºC a - 10ºC, vai depender da avaliação profissional.

A sensação é de um puxão firme e por não ser invasivo, o paciente pode retomar a rotina imediatamente após o tratamento, porém, atividade física só poderá ser feita no dia seguinte. O procedimento é muito seguro, não provoca necrose ou quaisquer outros danos à pele ou a outros órgãos, mas para garantir essa segurança é fundamental o uso da manta que proteje a pele. É importante também conhecer a clínica e o profissional antes de se submeter ao tratamento, pois existem equipamentos falsificados.

O tratamento é contraindicado para pessoas com sensibilidade ao frio, infecções na pele, hérnias no local, gestantes, pessoas obesas, sobrepeso ou para quem passou por alguma cirurgia recentemente. Na área tratada poderá apresentar vermelhidão ou até mesmo pequenos hematomas, mas, essas marcas são temporárias, saem dentro de uma semana após o tratamento.

 Para potencializar o resultado é interessante fazer drenagem linfática nos 15 primeiros dias, depois os outros tratamentos estéticos para redução de gordura são super bem vindos, pois irão ajudar no modelamento e eliminação dessa gordura. São indicados também tratamentos para firmar a pele, pois a Criolipólise não trata flacidez. A Criolipólise é uma ótima opção para pequenas gorduras, aquelas bem localizadas, portanto, não pense muito quando colocar uma roupa e sentir os pneuzinhos pularem!

 

Fabiana Roberto
Tecnóloga em estética e cosmética
Pós Graduada em estética e cosmetologia

Comentários